segunda-feira, 18 de junho de 2012

ORGULHO


— Quem não procura, não sente falta, moço.
— Engano seu, pequena. A nostalgia tortura e todo dia o coração implora pedindo pra voltar.
— Porque não volta, então?
— A saudade é grande, mas o orgulho é ainda maior, menina.

CAIO FERNANDO ABREU

Nenhum comentário: